Bebê

Como perder peso durante a amamentação - New Kids Center

Você pode perder peso durante a amamentação. No entanto, a questão é como perder peso durante a amamentação? Você precisa garantir que você não comprometa uma dieta balanceada, pois isso pode reduzir o suprimento de leite. A amamentação já consome muitas das calorias adicionais e você precisa garantir que você tenha uma ingestão calórica saudável. Além disso, existem outras precauções que você deve tomar ao tentar perder peso ao amamentar e dicas adicionais para facilitar a perda de peso durante a amamentação.

Quando perder peso durante a amamentação?

Em essência, a amamentação realmente torna o processo de perda de peso muito mais fácil, já que a gordura energética armazenada no corpo é usada na produção de leite. Perder peso durante a amamentação é possível, mas requer muita cautela. Como a maioria dos especialistas recomenda a amamentação por pelo menos vários meses após o parto, é provavelmente importante esperar pela dramática perda de peso até que você pare de amamentar.

É um processo lento e você pode planejar um processo de 10 meses se quiser recuperar o corpo antes da gravidez. A maneira mais saudável de perder peso é através de um processo gradual e você precisa começar a comer alimentos saudáveis ​​com baixo teor de gordura. Escolha comer alimentos integrais e coma devagar para poder saber quando estiver cheio. O exercício também é importante e beba muita água. As mulheres com sobrepeso precisarão aumentar a perda de peso e recomendamos que você visite um nutricionista ou um nutricionista.

Como perder peso durante a amamentação

1. Espere até que seu bebê tenha dois meses

Dê a si mesmo pelo menos dois meses após o parto antes de iniciar o processo de perda de peso. Lembre-se de que seu corpo precisará de tempo para estabelecer uma quantidade suficiente de leite e também se recuperar do parto.

2. Coma pelo menos 1500-1800 calorias

Não consuma nada menos que 1500-1800 calorias por dia. Estudos mostram que ter uma menor ingestão calórica pode ser arriscado para a sua saúde e algumas mães podem exigir uma maior ingestão calórica do que isso.

3. Diminua sua ingestão de calorias gradualmente

Sua ingestão de calorias não deve ser reduzida drasticamente, pois isso também pode levar a uma queda no suprimento de leite. Isso ocorre porque o corpo entra em um modo de inanição, consequentemente cortando os recursos essenciais para apoiar a produção de leite. Dietas low-carb, dietas líquidas e medicação para perda de peso não são recomendadas para mães que amamentam.

4. Não perca mais de 1,5 libras por semana

Mantenha sua perda de peso normal e não perca mais de 1,5 quilos por semana. No entanto, há um estudo que apoiou a perda de 2,2 libras, o que equivale a 1kg por semana. No estudo, as mães foram submetidas a uma dieta de 11 dias, o que não é recomendado por nós.

5. Beba muita água

A água é essencial no processo metabólico e é recomendável que você beba pelo menos oito onças de água após a amamentação. Evite bebidas com cafeína e é importante notar que a cafeína não está presente apenas no chá e no café. Refrigerantes, bebidas energéticas, chocolate e vários tipos de alimentos também contêm cafeína. O leite materno é composto por 50% de água.

6. Comece com exercícios

Antes de começar a fazer dieta, faça exercícios leves. Concentre-se em exercícios aeróbicos e cardio. Você pode começar fazendo sessões de treino de 30 minutos, três a cinco vezes por semana. Caminhadas rápidas também podem ajudar e você pode usar esse tempo para levar seu filho para um pouco de ar fresco. Não se sobrecarregue. Clique aqui para aprender tudo sobre exercícios pós-gravidez para perder peso.

Assista a este vídeo para obter mais ajuda sobre como perder peso durante a amamentação após o parto (exercícios recomendados):

Uma dieta saudável para perder peso durante a amamentação

Embora a dieta não seja recomendada para mães que amamentam, existem algumas maneiras pelas quais você pode fazer dieta e permanecer saudável.

1. Coma Refeições Menores

Opte por pequenas refeições ao longo do dia em vez de comer três grandes refeições por dia. Isso ajudará a reviver seu metabolismo ao longo do dia e, consequentemente, você queimará mais calorias e gordura.

2. Tenha vários alimentos nutritivos

Não acostume seu corpo às mesmas refeições. Misture sua dieta com vários tipos de alimentos e assegure-se de acomodar todos os grupos de alimentos em sua dieta. Limite seu consumo dos mesmos alimentos.

Comidas saudáveis

Descrição

Alimentos com Ferro e Vitamina C

Grandes fontes de ferro incluem cereais integrais, vegetais de folhas verdes escuras, ervilhas, feijões secos e frutas secas também. Boas fontes de vitamina C incluem: citrinos, tomates, morangos e pimentões doces.

Carboidratos e Proteína

Inclua um equilíbrio saudável de carboidratos e proteínas em suas refeições. Esses alimentos deixam você satisfeito por mais tempo e também são altamente nutritivos.

Peixe

O peixe é uma grande fonte de ácidos graxos ômega 3, que ajuda no desenvolvimento do cérebro e dos olhos. A ingestão de peixe recomendada para mães que amamentam e mulheres grávidas por semana é de 12 0z. Camarão, caranguejo, bagre e tilápia, truta do lago e salmão são ótimas fontes de ômega 3.

Gorduras Saudáveis

Nem todas as gorduras são ruins. As gorduras que você precisa evitar são gorduras trans e gorduras saturadas. Essas gorduras não são apenas insalubres; Eles também alteram a qualidade do seu leite materno. Em vez disso, vá para gorduras mono-saturadas e poliinsaturadas.

Toda a comida

Frutas e legumes são essenciais e você precisa garantir que você consuma alimentos ricos em fibras. Alimentos frescos contêm muita fibra e também contêm quantidades elevadas de minerais e vitaminas.

3. Não esqueça as vitaminas

As vitaminas são essenciais para uma boa saúde e você pode pedir ao seu médico que recomende vitaminas pré-natais. Embora o leite materno seja uma ótima fonte de vitaminas para bebês, as mães não recebem o suficiente desse nutriente. As mães que amamentam são recomendadas a consumir 200 UI de suplementos de vitamina D diariamente. Durante a gravidez, você pode precisar de uma ingestão maior de 10.000 UI a cada semana. As vitaminas também ajudam o corpo a consumir cálcio e são essenciais para reduzir o risco de desenvolver pressão alta, diabetes e osteoporose.

4. Evite esses alimentos

Os alimentos que você pode precisar evitar incluem: alimentos condimentados, como pimenta, frio e curry, pois podem perturbar o estômago da criança. Bebidas cafeinadas podem perturbar os padrões de sono da criança e provocar irritabilidade e nervosismo. Os produtos lácteos contribuem para a cólica em alguns bebês. Evite também vegetais como brócolis, couve-flor e repolho, pois eles podem deixar o bebê com gás. Álcool, peixe contendo mercúrio, chocolate, gorduras saturadas, gorduras trans e amendoim também devem ser evitados ou tomados minimamente.

Загрузка...